Treze bancos investigados por lavagem de dinheiro na Lava Jato

Nada menos do que 13 bancos estão sendo investigados no âmbito da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, por lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros, em contratos avaliados em US$ 15 bilhões, entre o Grupo Schahin e a Petrobrás. Todas as transações —; liberação e pagamento dos Créditos desses bancos eram referentes ao contrato do navio-sonda Vitória 10.000, contratado pela Petrobrás.

Estão envolvidos, segundo a Receita Federal, os bancos Itaú BBA, Bradesco, HSBC, Santander, Votorantin, Bonsucesso, Fibra, ABC Brasil, Pic, Pine, Tricury e Rural (atualmente em licitação extrajudicial) e ainda o alemão Deutsche Bank.

Grupo de credores

Segundo documentos da Receita, as 13 instituições financeiras privadas faziam parte do grupo de credores que emprestaram U$$ 500 milhões ao Grupo Schahin e alegam que ficaram sem receber US$ 350 milhões. Para cobrar a dívida, teriam se organizado em bloco.

Na avaliação da Receita Federal, há indícios de que os bancos foram coautores do crime de lavagem de dinheiro, pois criaram uma estrutura para emprestar e receber dinheiro em paraísos fiscais, abrindo espaço para dar uma “;aparência lícita”; a dinheiro que pode ter sido obtido em operações ilegais no Brasil —; como fraude e sonegação fiscal, realizadas pelo Grupo Schahin.

No início de outubro, a Receita Federal já havia bloqueado R$ 4,6 bilhões do grupo, por sonegação de impostos e fraude e avisou que poderá ir em busca de mais recursos no exterior.

http://bancariosal.org.br/noticia/29470/treze-bancos-estao-sendo-investigados-por-lavagem-de-dinheiro-na-lava-jato

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *